terça-feira, 25 de dezembro de 2007

Feliz Nataaal!!!

É natal! É natal! Uma das melhores épocas para o comércio brasileiro! Uma das datas mais importantes (depois da páscoa) para a Igreja Católica Romana! (by Wikipedia)

O Natal, sem dúvida merece um post, afinal, é comemorado em praticamente todo o território brasileiro, e - por que não dizer? - em todo o território ocidental. Embora passe uma mensagem alegre, o Natal causa muitos problemas também. Veeeja:

Depois de muito tempo celebrando o Natal como o nascimento de Jesus Cristo, há não muito tempo o Natal surgiu como forma de aquecer o mercado consumidor num período que não havia muitas vendas, devido as festas de final de ano (no hemisfério norte) ou pelas férias (no hemisfério sul). Desta forma a celebração do Natal está surgindo como mais uma ferramentas de marketing, e por este motivo o foco na celebração, na festa da família e do encontro dos amigos, faz com que pessoas solitárias ou que recentemente sofreram perdas possuem uma tendência mais forte para ficarem em depressão durante o Natal.
Isso aumenta a demanda por serviços de apoio psicológico durante o período. Se não bastasse, muitos acidentes rodoviários devidos a motoristas alcoolizados, a excessos de velocidade e a manobras perigosas ceifam (cuma?) vidas desnecessariamente.
Tc... Tc... como a wikipedia acaba com a magia do Natal... :-(

3 comentários:

  1. magia do natal? tá, é legal, mas quando se é criança... e o que é a magia do natal? magia do natal é acreditar nas idéias de renovação do nascimento de jesus e tals, não que um velho vai sair de trenó da laponia pra dar presente pra todos

    ResponderExcluir
  2. Oi, alê! Valeu pelo comentário.

    Quando digo "magia do Natal", me refiro a toda esta história de reunir a família, comemorar o "aniversário de Jesus", trocar presentes... Quando digo que a Wikipédia estraga a magia, me refiro a citação que coloquei no post, onde a Wikipédia diz que o Natal não é mais o mesmo, e que as pessoas entram em depressão nesse período.

    ResponderExcluir
  3. eh, concordo que ela acaba com essa "magia", entretanto é a realidade... o natal é uma festa de falsidade, de fingir que nos amamos e torcer por presentes, não pra nos reconciliarmos com pessoas que gostamos mas estamos afastados e desejar que tudo de certo para as pessoas e celebrar a restauração, o surgimento de coisas novas, assim como Jesus...

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário que em breve receberá resposta.